10 Lições que Aprendi ao Pregar Sobre o Livro de Apocalipse

Pixabay

Em Junho conclui uma série de 38 sermões baseados no livro de Apocalipse. Refletindo sobre o tempo dispendido neste livro notável, 10 verdades se destacam.

Aviso: as coisas que tiveram maior impacto sobre mim não têm nada a ver com o simbolismo numérico, ou o número 666, ou a Besta, ou a grande prostituta ou o milênio.

1. A Perseguição Faz Parte da Vida Cristã

Cristãos na era presente devem ter a expectativa de sofrer perseguição intensa nas mãos de um mundo idólatra e incrédulo. Ninguém é isento.

O sofrimento não indica que Deus esteja desapontado conosco, mas vem de nossa identificação com Jesus.

O sofrimento não indica que Deus esteja desapontado conosco, mas vem de nossa identificação com Jesus. Quando aceitamos a perseguição com humildade e coragem isto pode ser uma maneira tremenda de tornar conhecida a suficiência e beleza de tudo o que Deus é para nós em Jesus.

2. Deus é Soberano

Deus é absolutamente e totalmente soberano sobre todos os atos de toda humanidade. Nem mesmo os mais perversos estão fora do poder provedor de Deus.

Frequentemente parece que o mundo todo estremece com golpes, um atrás do outro. No Egito, dúzias de cristãos morreram quando o Estado Islâmico detonou uma bomba no domingo de Ramos. Guerras civis sangrentas continuamente irrompem ao redor do globo. Os conflitos raciais continuam em nosso país.

O mundo, em todos os seus aspectos, nos parece horrivelmente instável, caótico e fora de controle. O livro de Apocalipse é a palavra de Deus para nós de que Ele está completamente no controle.

3. Cristo é Rei

Jesus Cristo é superior a todos os poderes e pessoas terrenas. O cerne do pecado humano é a tendência a exaltar qualquer coisa ou pessoa como deus, acima ou em preferência a Jesus Cristo. Mas ele é Rei sobre todos os reis e Senhor sobre todos os senhores.

Jesus ressuscitou dos mortos e está assentado à destra da Majestade nas alturas, reinando, dominando e exercendo soberania absoluta sobre todos os reis da Terra, todos os eventos no Oriente Médio, nas Américas Central e do Sul, e até mesmo sobre os planos da Coreia do Norte, da China e da Rússia.

Como “soberano dos reis da Terra” Ele misteriosamente domina e rege o que os reis terrenos e presidentes fazem, às vezes impedindo-os de fazer o mal, às vezes frustrando seus planos, mas sempre ordenando eventos para que possam servir seus propósitos. Não podemos descobrir como Ele o faz, mas Ele o faz. Paulo declarou em 1 Coríntios 15.25 “Porque convém que ele [Cristo] reine até que haja posto todos os inimigos debaixo dos pés.”. Portanto não apenas leia os jornais ou pesquise na internet. Leia e reflita com os olhos da fé sobre a supremacia de Jesus Cristo sobre todas as coisas.

4. Todas as Coisas Culminarão em Jesus

Temos a garantia de que Deus cumprirá seus propósitos e trará todas as coisas à sua consumação em Jesus. Não importa quão ruim as circunstâncias possam se tornar, não importa quão oprimida seja a igreja, não importa quanto o mundo e sua perversidade possam aparentar sucesso e poder, nada pode desviar ou interromper o propósito de Deus na história de trazer a Noiva ao Noivo na ceia das bodas do Cordeiro.

5. A Igreja Aparentará Estar Morta

À medida em que a opressão sobre a igreja se espalha e se intensifica, chegará um momento em que a igreja parecerá destruída. Por um tempo, sua voz será silenciada e sua presença mal será notada. Mas isso é apenas aparência, pois a igreja ascenderá em poder, como catalisadora de uma colheita global de almas. Se você está se perguntando onde eu encontro esse ponto, eu o encorajo a ouvir meus sermões sobre Apocalipse 11 [em inglês].

6. Satanás é um Inimigo Formidável, Mas Derrotado

Satanás odeia a Deus, ele o odeia e odeia a igreja. Ele fará tudo em seu poder, sob a soberania de Deus, para enfraquecer sua confiança na bondade de Deus e o levar a abandonar sua fé. Mas a vitória completa e final nos é assegurada, à medida em que derrotamos a Satanás pelo sangue do Cordeiro, pelo nosso testemunho e à medida em que não nos apegamos à vida, mesmo diante da morte (Ap 12).

7. Os Cristãos Serão Preservados por Deus

Embora a ira de Deus contra o pecado e a idolatria se intensificará e expandirá à medida em que nos aproximamos da segunda vinda de Cristo, nenhum cristão será alvo dela. Seremos eternamente preservados salvos e seguros. Deus selou seus servos, a cada um deles, com o Espírito Santo — e nenhum sofrimento ou aflição poderão nos separar do amor de Deus em Cristo.

8. Não Podemos Compreender As Coisas Grandiosas Que Vem Pela Frente

Nem olhos viram, nem ouvidos ouviram as benção maravilhosas que Deus tem reservado para seu povo nos novos céus e na nova Terra. Tal como Paulo escreveu em Romanos 8.18 “ tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós.”

9. Justiça Será Feita

A única coisa que guardará seu coração de se tornar cínico e pessimista é a garantia reiterada em Apocalipse de que um tempo de julgamento virá, quando Deus fará justiça na Terra. A verdade será reconhecida; o mal receberá sua legítima recompensa.

10. Cristo Vem em Breve

Em meio a toda argumentação sobre esse livro com seus simbolismos, a questão de Israel, do arrebatamento e da tribulação, não percamos de vista o que é preeminente: o retorno físico, pessoal e corporal de Jesus Cristo para consumar seu reino. Esta é nossa esperança!

Portanto, lembre-se: embora alguns digam que você está perdendo seu tempo lendo e meditando sobre o livro de Apocalipse, por ser difícil demais e obscuro, Jesus disse:

“Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo” (Ap 1.3)

“Eis que venho sem demora. Bem-aventurado aquele que guarda as palavras da profecia deste livro.” (Ap 22.7)

O livro de Apocalipse não está além da sua capacidade de entender, crer e obedecer. Não deixe de receber as bençãos prometidas a todos os que guardam o que nele está escrito.

 

 

Traduzido por Juliana Reimer

CARREGAR MAIS
Loading